internação de dependentes

Compreendendo a dependência química

Compreendendo a dependência química

Drogas alteradoras do humor produzem modificações no cérebro que alteram o seu funcionamento. O cérebro é composto de milhões de células que se comunicam umas com as outras e com o resto do corpo, enviando e recebendo mensagens químicas. Estas células cerebrais contêm mensageiros químicos, chamados neurotransmissores, que são lançados milhares de vezes a cada segundo, e depois voltam às células cerebrais das quais foram descarregados, onde serão ainda usados novamente para levar outras mensagens. Cada célula cerebral tem um balanço específico que varia de pessoa para pessoa. #16[ o que é dependência química ] O balanço de neurotransmissores de cada indivíduo fornece a base química para a sua personalidade, habilidades e capacidade de superar dificuldades físicas e psicológicas. Somente quando o balanço é mantido, podemos nos lembrar, concentrar-nos, aprender, coordenar e competir plenamente. Uma vez alterada a função do cérebro, a pessoa experimenta mudanças físicas, emocionais e comportamentais. Substâncias psicoativas, portanto, têm o poder de alterar o pensamento, danificar a mente e o corpo e afetar o comportamento e os relacionamentos. Com atração e afinidade pela mente, agem sobre o sistema nervoso central e particularmente sobre o cérebro. Os novos conceitos sobre dependência química ensinam que não há drogas pesadas do ponto de vista do desencadeamento da doença. Da nicotina ao álcool, passando por maconha, cocaína, crack e psicotrópicos, todas as drogas apresentam-se como poderosos indutores da dependência. Elas dispõem #17[ o que é dependência química ] de uma propriedade comum sobre o cérebro, que é a de produzir uma recompensa essencialmente prazerosa no início de seu uso, desencadeando a ação repetitiva e levando, com o tempo, à dependência química. Desenvolver a dependência química, e qual o tempo que isso leva, depende da droga utilizada e da pessoa que a utiliza. Assim como em qualquer outra questão que envolve saúde, o grau de vulnerabilidade de uma pessoa a desenvolver dependência química depende de certos fatores predisponentes pessoais, do meio ambiente e do químico de escolha. A dependência química pode ocorrer quando alguém, de algum modo, ultrapassa seu limiar invisível, liberando um tipo de resposta bioquímica no cérebro através do consumo repetitivo de substâncias psicoativas. Embora a dependência química seja reconhecida como uma síndrome pela maioria das associações médicas internacionais e o alcoolismo, declarado #18[ o que é dependência química ] como doença pela OMS, ainda hoje, no Brasil, vigoram polêmicas a respeito. Mesmo entre aqueles que aceitam a dependência química como doença ou síndrome, ainda existe a crença incorreta de que a sua causa primária seja somente psicológica ou psiquiátrica. Pesquisas recentes nos levam à compreensão dos motivos que desencadeiam em algumas pessoas a dependência. Sabe-se que uma parte da resposta se encontra na genética. Cada pessoa tem uma constituição química e genética particular. Isto pode afetar a maneira como uma droga age sobre o cérebro da pessoa. Talvez afete, também, a velocidade com que o cérebro restabelece seu nível químico depois que as drogas são usadas. Da mesma forma que a constituição genética leva as pessoas a terem olhos azuis ou castanhos, pode também levá-las a se tornarem dependentes. #19[ o que é dependência química ] Por exemplo, mais filhos de alcoolistas tornamse dependentes de drogas do que os filhos de pais não alcoolistas. Quase 95% dos usuários de cocaína e 80% dos alcoolistas são filhos de pais dependentes químicos. Mesmo que os filhos de dependentes químicos sejam separados de seus pais desde o nascimento, continua a ser alto o índice de desenvolvimento da dependência química. Isso é uma evidência de que a causa da dependência supera o ambiente do lar. Outra razão pela qual algumas pessoas se tornam dependentes encontra-se na atitude da sociedade. A propaganda, a TV, os filmes, os amigos e, muitas vezes os pais, transmitem mensagens do tipo: “Se você estiver cansado tome um Valium ou um Lorax.” Pessoas de todas as idades, classes socioeconômicas e culturais usam álcool e drogas por duas razões: para aumentar o prazer e para enfrentar ou esquecer a dor emocional e os sentimentos desconfortáveis. #20[ o que é dependência química ] Para se compreender a natureza da dependência química é necessário conhecer os efeitos da tolerância no organismo. O corpo considera veneno qualquer droga que ingere. Vários órgãos, principalmente o fígado e os rins, tentam eliminar a substância química antes que cause muito dano. Mas o uso de droga, por período constante, força o corpo a mudar, adaptar-se e a desenvolver tolerância. Tolerância é a capacidade do organismo de adaptar-se ao uso de substâncias psicoativas de tal modo que o efeito buscado diminui. Assim, para sentir o mesmo bem-estar, o usuário aumenta a quantidade que usa a cada vez. Às vezes chega a usar doses enormes, capazes de matar uma pessoa normal. Nesta etapa, a falta da droga poderá resultar no que se chama síndrome de abstinência aguda, causando grande desconforto físico e emocional. Parte é criada pelos danos físicos e pela necessidade da substância psicoativa. Parte da dor é causada pela #21[ o que é dependência química ] reação psicológica de perder o principal método de lidar com a vida. E parte é social, causada pela separação de uma maneira de viver centrada na dependência química.

Anjos de Uma Asa – Prêmio Quality Diamante 2017 – Excelência em Reabilitação

20953050_1918415175065332_925460585625458575_n

Internação Involuntária de Dependentes de Álcool e outras Drogas

§ Internação involuntária: de acordo com a lei (10.216/01), o familiar pode solicitar a internação involuntária.  O objetivo é proporcionar o tratamento no momento exato, antes que o dependente corra sérios riscos ou envolva terceiros em riscos. A Internação Involuntária é um ato de Amor, uma vez que por estar sob efeito de substâncias psicoativas, dificilmente o dependente conseguirá notar que precisa de ajuda.

Anjos de Uma Asa
Tem dúvidas se a pessoa faz ou não o uso de alguma substância?
Sugira a realização do teste, rápido e fácil!